domingo, maio 13, 2007

A diferença entre Zé e o seu amor

Quando o Amor de Zé viaja, ele fica encarregado de cuidar das plantas. Uma vez Seu Amor, ao chegar, percebeu que uma delas estava seca e morta. Passou um carão em Zé – Porra, você não viu isso não? O desatento camarada se sentiu uma besta, incapaz de cuidar de plantas.

Seu Amor caiu numa dessas pegadinhas da rede mais manjadas que existe e instalou um cavalo de tróia no computador. Zé ensinou à moça como proceder. Fazer back up, tentar remover o invasor; caso não conseguisse, formatar a máquina e instalar tudo de novo. E ainda falou um pouco sobre os malefícios que o danado poderia causar.

Ah, o autor já ia se esquecendo. Quando o Amor de Zé voltou de viagem, disse que estava morrendo de saudade dele.

Marcadores:

3 Comentários:

Às 4:28 PM , Blogger aNNaFLaVia disse...

O Zé é paciente. Viu que compensa?

 
Às 3:22 PM , Blogger mariza disse...

seu blog é muito excelente, Guto. preciso lê-lo com calma.
obrigada pela visita.
um beijo.

mariza

 
Às 8:42 AM , Blogger Jane Malaquias disse...

Zé nem viu a poça de frutas podres na fruteira em cima da geladeira e colocou mais um mamão e um cacho de bananas. Quando o amor de Zé voltou ficou consternada com tanto despreparo para a sobrevivência na selva do lar.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial